A ansiedade em nosso dia a dia | Ao Vivão #13

O transtorno de ansiedade está entre os principais transtornos mentais que afetam a população. Mas se todos somos ansiosos em algum nível, como saber quando a ansiedade deixa de ser normal e passa a ser patológica?

Site: http://www.drauziovarella.uol.com.br

A ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum ao se enfrentar algum problema no trabalho, antes de uma prova ou diante de decisões difíceis do dia a dia. No entanto, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, ou melhor, um distúrbio de ansiedade.

A ansiedade é algo muito próximo da preocupação. E preocupação nada mais é do que um aspecto do medo, um temor de que as coisas não saiam como nós gostaríamos. Todos esses componentes são necessários para a nossa evolução e sobrevivência; o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.

Depressão

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. Pessoas que sofrem com distúrbios de depressão apresentam uma tristeza profunda, perda de interesse generalizado, falta de ânimo, de apetite, ausência de prazer e oscilações de humor que podem culminar em pensamentos suicidas.

DESAFIO MENTAL EM 10 DIAS (Anthony Robbins)

I – Instruções:

1. Durante os próximos dez dias recuse pertinentemente todos os pensamentos, sensações, questões, palavras, metáforas com uma implicação triste ou negativa.

2. Se se surpreender com um desses pensamentos negativos – o que muito possivelmente acontecerá – faça a si mesmo as perguntas matinais e nocturnas, começando com as perguntas para a resolução de problemas.

3. Cada manhã, ao acordar, responda às questões matinais. Antes de adormecer responda às perguntas nocturnas. Isto tem um efeito miraculoso para o ajudar a sentir-se bem.

4. Durante os próximos dez dias concentre-se exclusivamente e de forma total na solução e não nos problemas.

5. Se apesar de tudo acontecerem pensamentos, perguntas, sensações de carácter negativo, não se culpabilize. Transforme-os imediatamente. Se contudo os pensamentos ou sensações negativas se mantiverem, nada perdido, então espere até à manhã seguinte para começar de novo ao seu período de treino mental de dez dias.

II – Escrever diariamente as Perguntas Matinais e as Perguntas Nocturnas:

“A SOLUÇÃO ESTÁ NAS PERGUNTAS”

PERGUNTAS MATINAIS

1. Sobre que coisas da minha vida me sinto feliz? E o que exactamente me faz sentir feliz? Que sensação me dá?

2. Sobre que aspectos da minha vida estou neste momento entusiasmado? E o que precisamente me entusiasma? E o que é que exactamente me excita? Que sensação me dá isso?

3. Do que é que estou neste momento orgulhoso na minha vida? E o que é que exactamente me faz sentir orgulhoso? E que espécie de sensação isso me dá?

4. Do que estou agradecido? O que me faz precisamente sentir-me agradecido? E que sensação me dá este agradecimento?

5. O que me faz vivenciar maior prazer na minha vida neste momento? O que é que me faz exactamente criar esse prazer? E que sensação isso me dá?

6. Onde me sinto neste momento mais implicado na minha vida? O que origina exactamente este envolvimento? Que sensação provoca em mim?

7. Do quê e de quem é que eu gosto? Quem gosta de mim? Que sensação me dá isso?

PERGUNTAS NOCTURNAS

1. O que é que eu dei hoje? De que formas fui hoje um doador?

2. O que aprendi hoje?

3. De que forma contribuiu o dia de hoje para a qualidade da minha vida? Como posso empregar o dia de hoje como um investimento no meu futuro?

III – Reflexão a fazer no caso de:

“Se se surpreender com um desses pensamentos negativos – o que muito possivelmente acontecerá – faça a si mesmo as perguntas matinais e nocturnas, começando com as perguntas para a resolução de problemas”.

PERGUNTAS PARA RESOLVER PROBLEMAS

1. Qual é o aspecto bom, o que é útil neste problema?

2. O que é que ainda não é perfeito?

3. O que estou disposto a fazer para que as coisas se tornem como eu quero?

4. O que é que eu não quero fazer mais para que tudo se torne como eu desejo?

5. Como me posso divertir com o acontecimento enquanto faço o que deve ser feito para que tudo se torne como eu quero?

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge